NotíciaNão categorizado

Turismo de La Laguna vai lançar umas rotas guiadas pelo Parque do Drago do antigo convento de Santo Domingo

By 22 março, 2018 No Comments
Iglesia_de_Santo_Domingo_de_Guzmán_San_Cristóbal_de_La_Laguna_Tenerife_España_2012-12-15_DD_01

Graças ao projeto CITY 2020, painéis explicativos serão colocados neste recinto e será dada formação específica sobre os conteúdos botânicos aos guias turísticos

La Laguna, 01 de fevereiro de 2018 – O Departamento de Turismo e Meio Ambiente da Cidade de La Laguna lançará em breve algumas visitas guiadas e autoguiadas pelo Parque do Drago do antigo convento de Santo Domingo. Com esse objetivo, previamente, e graças ao financiamento obtido através do projeto Interreg MAC – City 2020, liderado pelo Departamento de Turismo, Comércio e Cultura, será levado a cabo o desenho e elaboração de painéis explicativos que se localizarão neste recinto. Dar-se-á formação específica aos guias turísticos municipais sobre os conteúdos botânicos.

“Assim que os guias recebam esta formação e contemos com o material informativo, vamos lançar visitas guiadas e autoguiadas. Tanto os visitantes que venham ao nosso município como os moradores da cidade poderão conhecer um pouco mais sobre a história e o património de La Laguna”, diz a vereadora de Turismo da corporação municipal, María José Castañeda.

A primeira vice-presidente e vereadora do Ambiente, Mónica Martín, descreve como “muito boa notícia” a próxima abertura ao público do Parque do Drago, um espaço que destaca pelo seu “grande património e valor natural.” “O drago do antigo convento de Santo Domingo é considerado uma das cópias mais portentosas da ilha, junto com os de Icod e Los Realejos”, disse Martín.

O desenvolvimento e coordenação dos conteúdos que serão divulgados em relação ao entorno do Parque Botânico do Drago de La Laguna foi feito pelo Professor Emérito do Departamento de Botânica, Ecologia e Fisiologia Vegetal da Universidade de La Laguna (ULL), Woldfredo Wildpret, e a professora do mesmo departamento, Victoria Eugenia Martín Osorio. O projeto também contou com a participação do Investigador da ULL, Alberto de la Rosa.

O desenvolvimento deste projeto permitiu a realização de um catálogo das principais espécies botânicas encontradas neste espaço, com uma folha explicativa que detalha as características mais importantes dos elementos florísticos encontrados no parque. Com toda esta informação, serão elaborados materiais didáticos que se apresentarão ao visitante e será desenhado o itinerário que pode ser seguido pelo recinto em questão.

 

City2020

City 2020 é uma iniciativa selecionada pelo programa europeu Interreg MAC 2014-2020 para a sua materialização com a ajuda de fundos Feder. Tem como membros quatro outras cidades declaradas Património da Humanidade e localizadas no Atlântico: Angra do Heroísmo (Açores), Saint Louis (Senegal), Ilha de Gorée (Senegal) e Ribeira Grande de Santiago (Cabo Verde). Este projeto de cooperação territorial tem por objetivo melhorar a competitividade empresarial e comercial, especialmente no setor do turismo, através de ações inteligentes, sustentáveis ​​e inclusivas.